quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Noites Vazias...

Quase sempre a noite cai sobre mim como um manto frio, e quase sempre isso é o bastante, mas existem noites tão quentes quanto o dia e é nessas noites que começa o meu lamento, não sei explicar o que se passa, não sei dizer se é só tristesa, se o calor aumenta o sentimento de solidão, mas em noites como essa eu não queria ficar sosinho, não queria ter que acordar no outro dia e voltar a minha rotina, mas isso não depende de mim, é assim que é e não a nada que se possa fazer.

Nessa noite o sono me foge e todas as minhas frustrações invadem minha mente, pensamentos em disordem disputando espaço entre montes de vazios, tão solidos qaunto pedra ocupando e dividindo espaço com os anseios, causando intrigas entre as realizações, zombando e menospresando as conquistas, noites assim podem bagunçar toda uma vida, pode fazer o mais são dos homens tornarsse apenas mais um louco gritando verdades indiziveis pelas praças em busca de quem ainda as queira escutar, mas não comigo, é preciso ter algo de são para poder tornarsse louco.

Queria deitar e quem sabe dormir o sono dos justos, queria ter meus pensamentos em ordem e deixar o frio tomar conta de mim, queria que este calor que torna as coisas tão cheias de vida, ficasse longe de mim, que me deixasse em paz em concentrasse suas energias no mundo dos vivos e felizes com suas paredes vermelhas de sangue, um sangue de inocentes que ficaram largados pelo caminho, com as marcas deixadas pelos pés dos que os usaram pra alcançar essas vidas de calor.

Como posso ter o carater que se espera de um verdadeiro cavalheiro e a vida dos homens das terras quentes sem derrubar aqueles que jurei proteger?

A Loucura é um fardo e somente a ignorancia é uma benção.

6 comentários:

Mila disse...

Cada vez que leio algo que você escreve, me lembro de alguma coisa (um livro, uma música, uma frase).
Agora me lembrei de Alice no País das Maravilhas e Alice Através do Espelho.
Essa coisa de não saber o limite entre loucura e sanidade. Ou de saber, mas escolher a loucura e ver o prazer que pode haver nessa escolha...
Isso daria horas e horas de conversa. rs

Mike disse...

Entre a loucura e a sanidade, eu recomendo experimentar a loucura... por vezes ela é mais esclarecedora!!!

BAh disse...

Loucura, ignorância, sanidade.... são todas coisas que devem ser equilibradas dentro de nós. Nem demais, nem de menos.

A propósito, o que vc faz da vida?

Helena disse...

Uma pergunta; fora essas putarias de violencia, roubo bla bla...
se voce pudesse mudar algo na sua vida, digo, no mundo em que voce vive para adquar a seu gosto.
O que vc mudaria?
Meo... vc é muito misterioso, tenho muitas perguntas a afzer quando leio seus posts haha
Bjos

bruxildo disse...

minha historia com trevisan advogada das nuvens= denise= helena d troia+=madalena de yeshua ben yoseph 7 faculdades mentais cada ghost's reencarnaçoes, esta' nesta letra manda para ela===>...Que mulher ruim
Jogou minhas coisas fora
Disse que em sua cama eu não deito mais não
A casa é minha você que vá embora
Já pra saia de sua mãe e deixa meu colchão
Ela é "pro" na arte de pentelhar e aziar
É campeã do mundo

A raiva era tanta que eu nem reparei que a lua
Diminuia
A doida tá me beijando a horas
Disse que se for sem eu não quer viver mais não
Me diz, Deus, o que é que eu faço agora?
Se me olhando desse jeito ela me tem na mão

Meu filho agüenta
Quem mandou você gostar
Desta mulher de fases

(Refrão)

Complicada e perfeitinha
Você me apareceu
Era tudo que eu queria
Estrela da sorte
Quando à noite ela surgia
Meu bem você cresceu
Meu namoro é na folhinha
Mulher de fases

Põe fermento, põe as bomba
Qualquer coisa que aumente e a deixe bem maior que o sol
Pouca gente sabe que à noite o frio é quente e arde e eu acendi
Até sem luz dá pra te enchergar, o lençol
Fazendo "congo-blue"
É pena, eu sei, amanhã já vai miar se aguente que lá vem chumboquente

(Refrão)

Complicada e perfeitinha
Você me apareceu
Era tudo que eu queria
Estrela da sorte

Quando à noite ela surgia
Meu bem você cresceu
Meu namoro é na folhinha
Mulher de fases

Jacinta disse...

Oi, oi
Esse "lamento" questionador pode nos levar a possíveis saídas, sem necessariamente, termos que passar noites e noites sem dormir. Tenho pensado nisso.

Um abraço

Jacinta