quarta-feira, 3 de outubro de 2007

E por que não um Diário?

Difícil saber como começar, afinal já passei em muito os meus tempos de diário, tenho 22 anos, e só agora resolvi escrever, quem sabe o que tenho a dizer sirva a alguém um dia.

Nunca tive um diário, mas admito, que por algumas vezes pensei seriamente em começar um, mas sempre que escrevia as primeiras linhas desistia, olhava o que tinha escrito até ali e detestava, pensava comigo mesmo “que besteira é essa” e por fim acabava não escrevendo nada. Duvido que eu tenha algum talento pra isso, mas quando já se chegou aos 22 anos escutando a opinião de tanta gente você não liga muito pra isso desde que possa escrever quando quer e goste disso, Opinião é algo supervalorizado nos dias de hoje, quem diria.

Eu já estava a algumas semanas maquinando como iria fazer isso, o que iria escrever, pensava em algo forte e cheio de impacto, falando sobre as injustiças da vida, ou quem sabe usar um pouco de sarcasmo e ironia pra causar uma boa impressão, mas, no fim das contas acho que vou apenas escrever o que tiver vontade quando tiver vontade(vou tentar postar todos os dias, mas sem promessas ok), quem sabe algo de bom possa nascer disso tudo.

O Nome ainda não é permanente, o layout vai ficar assim até que eu resolva o que fazer e o conteúdo, bem, este só Deus sabe o que vai ser... não vou mentir dizendo que não me importo com o que irão comentar, afinal, vai sempre um pouco de mim em cada palavra postada aqui, em cada brincadeira por mais boba que possa parecer afinal é nessas brincadeiras que as maiores verdades são ditas segundo o irreverente Charles Chaplin...

Sem mais por hoje, lhes desejo uma boa noite e um até amanhã, pelo menos assim espero...

4 comentários:

Lyani disse...

John...
Obrigada pela visita. Acabei de ler o seu primeiro texto e fico feliz que tenha começado!

"vai sempre um pouco de mim em cada palavra"

Isso é lindo e cheio de sentimento.
Não tenha nenhuma obrigação em escrever, nem o tema, nem os dias, isso tolhe o que há de mais bonito em escrever...

E seguindo a sua frase, deixo uma citação de Clarice Lispector:

"Eu não escrevo o que quero, escrevo o que sou".

. Clarice Lispector .

Seja bem vindo ao mundo dos blogs!
Persista!

Um abraço!

Flavia disse...

Bem vindo ao mundo dos que não conseguem calar os dedos! rsrsrsrs...

Não precisa ser um diário, tá certo que a curiosidade de saber o que se passa na sua vida é grande, mas a gente está mais é preocupado com o que se passa na sua cabeça e no seu coração!

Bjão!

Baladeira disse...

Olá, John!

Para um primeiro post e início de vida blogueira, até que você se saiu muito bem!

Uma dica: não se preocupe em definir/limitar seu blog com formato e conteúdo específicos. Mesmo porque, ao meu ver, este último você já escolheu: o SEU EU.

Seja bem-vindo!

Bjs

Jean Carlos disse...

Estou um pouco atrasado pra ler desde o inicio! Mas, quem sabe talvez eu possa te entender um pouco mais! Pois a cada conhecimento, o futuro se torna cada vez mais incerto!