sábado, 4 de setembro de 2010

Sonhos...

A não muito tempo, estive exatamente onde você esta agora, por isso hoje, vou te vender um sonho, o sonho de que existe sim, não o meio termo, mas aquele amor, dos contos de fada e tudo que vem junto no pacote, pode parecer estranho, mas o sonho nunca morreu, nós é que deixamos de sonhar com ele, pense assim, se o amor é só um sentimento, só uma quimica que seu cerebro libera em contato com outro ser, me diga, qual o prazer nisso? qual a graça? esqueça o que dizem, esqueça as matrizes que ditam o que é ou não é real neste mundinho, lembre que a vida não é justa por isso não espere dela nenhuma justiça, apenas faça o mesmo, viva a sua historia, os seus sonhos e se disserem que não é real, apenas sorria e esqueça, o que nós vivemos é demais para qualquer pessoa que espere de você nada além do "Ser normal"...

Texto inspirado em post do blog Oscilante Inconstancia, recomendo.

5 comentários:

Oscilante Inconstância disse...

Ah, fiquei muito feliz em saber que um de meus textos serviu de inspiração pra você!
Adorei o escrito e o recebo como um presente!

'o que nós vivemos é demais para qualquer pessoa que espere de você nada além do "Ser normal"...'

Isso é tão verdade!

Um beijo, querido!
Obrigada.

Oscilante Inconstância disse...

E me esqueci de avisar: têm dois selos esperando por você em meu blog. Passe lá para pegá-los ;)

Vanrogue disse...

Finalmente, o momento tão esperado!
O Retorno do Esquecido...
Já era tempo, cara!
Falo isso como seu maior fã =D

Welcome back, dude!

John Doe disse...

Obrigado pelos selos, prometo coloca-los no blog e repassar ainda esta semana, os dias andam a mil por isso estou com dificuldades pra postar.

E Primo, tu sabe que também sou teu maior fã hehehehe... vlw as boas vindas.

Kitsune e L disse...

Adorei este blog.