domingo, 23 de março de 2008

Passado...

Sonho, realidade, vida, quem decide o que é ou não é real, quando sua mente insiste em lhe dizer que tudo isso que você vê mesmo que não seja com seus próprios olhos, é real, é tão real quanto a estrada e os carros na sua frente, as vezes tudo que quer é pegar a estrada e seguir, sempre em frente, algumas paradas evetuais mas em frente, tirar os retrovisores para ter certeza de que o que ficou pra trás continuara lá, sem chances de voltar e o que vier do passado não poderá te alcançar, acho que essa é a minha versão de assumir o controle da vida.

O Estranho é que por mais que você se afaste dele, ele sempre estará lá fazendo parte do seu futuro, tocando sua alma e coração seja de forma positiva ou negativa, influenciando em todas as suas decisões, e não importa o quanto você acelere, ele vai continuar atrás de você e nada pode mudar isso, mas de alguma forma, o seu presente e as pessoas relacionadas a ele fazem total diferença em como o passado vai te encontrar. E ele te encontrará...

Eu vejo a chuva cair pela janela, sinto o cheiro levantando da terra molhada torrencialmente, cada gota, cada lembrança, o cheiro familiar tomando minhas narinas, trazendo devolta algumas lembranças, imagens se formam e invadem meus pensamentos possibilidades, inumeras realidades se chocando em busca de algo que não está lá. algo que se foi a muito tempo, enterrado nas lembranças de um passado distante, algo do qual eu fujo com toda a força que me resta e todos os dias as lembranças me fazem acelerar ainda mais, mas eu sei, eu sei que não importa o quanto eu fuja, ou para onde eu vá, um dia, como todas as coisas no passado ela irá voltar e quando voltar, eu espero que algo tenha mudado... que algo comece a fazer sentido, que finalmente eu não precise mais fugir. e que quando este dia chegar, eu possa ser o que o passado não me permitiu ser, o que o presente não me ofereceu e o que o futuro sempre esperou que eu fosse...

por John Doe

12 comentários:

Mike disse...

John Doe... que bom vê-lo novamente a rabiscar o caderno.
Teus textos são sempre muito fortes e confessionais. Este mexeu com algumas angústias do passado (meu e teu)... o lance do futuro incerto a nos preocupar, e a busca por lançar-se na estrada... arrancando retrovisores e esquecendo o que ficou pra trás.
Grande abraço e boa páscoa!

Juliana Caribé disse...

Que você possa ser você mesmo!

Beijos.

♥ Roberta... disse...

Garopaba? Não, nunca morei lá, vivo em Maringá, no Paraná. Estranho... tenho uma gêmea perdida?

Camilinha disse...

Livre-se das correntes que te prendem à angústia irrestrita do querer e não ter, do desejar e não possuir, do esperar...

Desamarre-se das expectativas alucinadas.

Desapegue-se do corpo fabricado de revistas. Apegue-se ao teu. Pegue-se. Movimente-se livremente. Dance. Sapateie. Apegue-se às tuas próprias curvas, aos teus maravilhosos joelhos, aos teus pés descalços.

Desapegue-se do dinheiro. Do teu dinheiro e do dinheiro dos outros. Do dinheiro que ainda virá. Apegue-se à compartilha, ao troco, à doação.

Desapegue-se deste teu sapato e de todos os outros. Apegue-se ao teu caminhar. Ao teu ato de andar. Ande para frente, de marcha-ré, em diagonal. Não se apegue ao caminho em si ou ao sentido que ele possa te levar. Apegue-se à liberdade de apenas poder andar.

Desapegue-se do tic-tac do tempo. Da correria das horas marcadas. Da agenda compromissada. Dê fim ao nervosismo do teu cuco. Apegue-se ao respeito da espera. Ao tempo do seu corpo, da sua vontade. Apegue-se à vivacidade do agora.

Vá lá!

Alice disse...

Gostei muito. Mas acho esse tipo de comentário tão clichê - o texto já fala por si. Comentar textos é meio que uma intromissão, mas como passo boa parte do tempo escrevendo ou lendo, vou dizer que seu texto é fotografia de todas as gerações. Passado não vai embora, fugir é voltar todo dia. O bom mesmo é viver - mesmo sabendo que o passado nos cerca e que as lembranças vivem sempre.

Adorei.
Um prazer encontrar seu blog.

Letícia

BAh disse...

Incrível como você conseguiu dizer o que eu queria ter dito. Existem coisas que eu gostaria de deixar bem para trás, mas elas são as primeiras a me atormentar quando o passado me toca...

Alice disse...

Oi John... seus textos são realmente especiais , eles me transportam para uma especial intimidade com a alma humana.
mil bjkas pra vc

Vanrogue disse...

Passado ... ... ...
Duro falar sobre isso hein ¬¬

Acho que pra falar a verdade, muitos preferem nem falar sobre! Como Eu!

Jacinta disse...

Ei John,
seus textos que mexem e remexem. E, por aqui, penso que vamos nos construindo, com a historia que vamos contando, com o caminho que vamos fazendo. Então, somos também o nosso passado. O desafio está em viver o presente com a sabedoria.
Abração
Jacinta

Jacinta disse...

Ei John,
seus textos que mexem e remexem. E, por aqui, penso que vamos nos construindo, com a historia que vamos contando, com o caminho que vamos fazendo. Então, somos também o nosso passado. O desafio está em viver o presente com a sabedoria.
Abração
Jacinta

Lyani disse...

Muito bom o texto lindo!
Sobre o passado, tenho duas frases que sempre carrego comigo:

Foi há muito tempo, mas descobri que não é verdade o que dizem a respeito do passado, essa história de que podemos enterrá-lo. Porque, de um jeito ou de outro, ele sempre consegue escapar”

. Khaled Hosseini in O caçador de Pipas .

E mesmo assim...

"Tenho uma vontade besta de voltar, às vezes. Mas é uma vontade semelhante à de não ter crescido"

. Caio Fernando Abreu .

Bjuxxx

日月神教-任我行 disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,a片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,性愛