quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Quem é você?

Olho a minha frente e não vejo nada, nada que me sirva, e estou cansado de me adaptar e ser como todos querem que eu seja, não quero apenas seguir em frente sendo um produto do acaso, sou o que sou e pretendo ser assim enquanto eu viver, Tudo que vejo quando olho pra você, é aquilo que você poderia ser se fosse você mesmo, quem é você agora?

Olho pros lados, e num minuto estou cercado por mentiras, por impostores fabricados por essa sua idéia de você mesmo, será que você não percebe, será que não vê? Eu não quero ser essa idéia que você tem de mim, eu não quero ser.

Eu sempre estive aqui te dizendo quem você é, esqueça o que dizem, esqueça o que eu disse, seja apenas você, Só quero ser quem eu sou, pois sou apenas um filho de um pai trabalhador, e de uma mãe que sempre esteve lá, sou apenas fruto do que eu sou e não do que eles foram, sem rótulos, sem falsas idéias, sou apenas aquilo que eu deveria ser, Sou apenas eu, e não quero viver tentando ser alguém melhor.

Eu só quero ser aquilo que venho sendo, eu só quero ser quem eu sou.

11 comentários:

poetriz disse...

E sendo quem você é, já basta pra mim...

Saudades sem fim

Bjs

Marie disse...

Que texto perfeito ^^

Jean Carlos disse...

Graças a Deus que eu não sou aquilo que sou e sim busco ser aquilo que Deus quer q eu seja, pois se fosse aquilo q sou, muitos me odiariam ou estaria na cadeia! Sou feliz sendo aquilo que Deus quer que eu seja, pois a medida que vou descobrindo aquilo que é, vou mudando e amando mais ainda ser deste jeito muito mais do que eu me amava antes de mudar! "Eis Me aqui, Envia-me a mim"

Gabriel disse...

Muito Bom :D

Jacinta Dantas disse...

Ei menino,
que bom que você voltou a postar. Esse caderno é gostoso de ler.
Pois é...
Cada um é o que é.
Abração

Gabriela Chaves disse...

Belíssimo texto.
Todos nós temos uma grande crise de identidade dentro de nós e a maioria morre sem saber o que é, deixa-se levar por qualquer vento.
Ótimas reflexões tem o seu blog.
Abraços.

John Doe disse...

É sim Fla, é bom ter pessoas como você na minha vida que gostam de mim pelo que eu sou, saudades também.

Jacinta, desculpas pela tão demorada ausencia, senti falta de estar aqui também, é bom voltar a mergulhar nas paginas deste caderno...

Gabriela, fico feliz que tenha gostado, são sinceros acredite...

Alessandra disse...

Oi! Que bom que voltou a postar, estive passando por aqui algum tempo, mas os textos eram mais antigos, né?
Gosto do seu estilo, e achei este post o máximo. Porque eu sou assim, não sigo modismos, não sou rebelde...enfim, sou apenas o que sou, e pra mim é o bastante, e se for o bastante pras outras pessoas, que bom, se não for...eu é que não vou chorar por causa disso.
Um abraço!

[ rod ] ® disse...

A compreensão de quem somos pode abrir nossas reservas. Olhar ao todo e ser compreensivo. Nada mais do que os outros dizem ou são mudará nosso interno ser. Abs meu caro!

Edson Marques disse...

Além deste, o texto de baixo, Sonhos sem fim, também está muito bom!

Flores e estrelas!

-     srŧα. dααy (♪) disse...

amei e tô seguindo beijos :*

daaymonteiro.blogspot.com