sábado, 14 de março de 2009

Quem eu sou???

Se não sabe quem eu sou, não tem problema, ninguém sabe de verdade, eu sou aquilo sabe, aquilo por quem você passa todos os dias, mas não vê, eu sou aquilo que você pressente mas nunca realmente sente, sou simplesmente aquilo aqui e ali, que você diz entender, mas na verdade não entende, sou eu quando você sente que tropeçou em algo e antes de pedir desculpas, nota que simplesmente não era ninguém.

Sou eu quando você ouve, mas nada nesse mundo pode te fazer escutar, sou eu quando você sabe que não esta sozinha mas ainda assim se sente só, sou aquele do seu lado o tempo inteiro, mas você nunca notou que estava lá, sou só aquele que um dia você vagamente se lembra, você sabe que esteve lá, "aquele cara" alguém vai dizer, mas você realmente não se lembra quem.

Sabe aquela sensação que sentiu quando tudo estava mal e você não tinha mais o que fazer, era eu, logo antes de você correr devolta pros outros braços, os dos fernandos, dos pedros, dos marcos e douglas, daqueles que tem nome, forma, e que você pode se lembrar, era eu olhando de longe quando você se sentiu segura e vigiada com eles.

Eu era aquela musica que sempre que você ouvia te lembrava alguém, de um passado que sempre parecia muito distante, aquele cara no quadro da sua cabeceira o terceiro da ultima fila na foto de formatura, o pequenino que quase ninguém vê, eu era aquilo que sempre esteve lá, mas não era pra você.

No fim, eu era só aquilo que você vai lembrar como um momento, uma sensação, uma musica gostosa de ouvir, nada de muita importância na sua vida, mas pra mim já basta, isso fica feliz em servi-lo.


13 comentários:

Mila disse...

Me lembrou aquela música do The Police, Every Breath You Take.

Anna Elizabeth disse...

Adorei como sempre, mesmo triste, e deveras parecido com meus sentimentos.
Sou aquela que um dia te fez sorrir e hoje sou apenas uma lembrança ruim de um momento que vc tinha se deixado levar por sua dor, sou o abraço que te fez pensar e talvez o beijo que te fez amar, que hj em suas lembranças foi apenas um momento de fraqueza
Apenas tenho a convicção que no fim de tudo, vc me sentirá mais pertp, e quando sentir novamente meu abraço tudo findará

Dauri Batisti disse...

O caderno é o espaço livre dos pássaros em seus primeiros voos escrevendo letras. O caderno deixa aparecer o traço que no ar não se mostra.

Arthur disse...

Muito bom, adorei realmente decha um ar para refletir certos momentos, na vida de quem se presa ser um ser humano... muito bom a evolução do amanhã é no caderno..!

Coringa disse...

Eu quase adorei seu texto. De verdade... E isso é muito! Mas o plágio do elfo doméstico não combinou...

Coringa disse...

"Isso fica feliz em servi-lo".

Coringa disse...

Acho que vc ficou chateado. Não foi essa a intenção. E, de fato, eu não fui feliz na expressão plágio. Afinal, foi uma mera referência. Ah, e o elfo doméstico é o do Harry Poter.

Jean Carlos disse...

Nossa, alguem traz uma dose de Wisky e outra de Auto-estima...! Nossa como eu entendo este texto... é bem parecido com o meu ultimo... só q de uma forma menos otimista! Se ela não te vê pindura um cartaz bem grande na frente da casa, dela! se ela não te ouve, chama uma banda! Se ela não te sente, depois disto tudo com certeza, ou vai amar ou achar maluco! Se ela te amar tá bom, se ela te achar maluco tá otimo! Pois amor é só pra quem é perdidamente Louco!

BAh disse...

É horrível se sentir assim. Mas antes ser um momento gostoso na lembrança do que uma cicatriz enorme que esses que tem forma são capazes de deixar.

Arthur Damaso disse...

sempre ótimos textos...=D

[ rod ] disse...

Olá meu caro,

o dogMas esta concorrendo na categoria BLOG REFLEXIVO neste site:

http://tracosdeumhomem.blogspot.com/2009/03/tracos-golden-awards-apresenta-os.html


Se você acompanha e aprecia o que escrevo... passa por lá e vote.

Eu e o dogMas agradecemos.

Di disse...

Triste, mas acontece com todos(as).

manzas disse...

O sol rasga os panos do horizonte
Em pacífico brilho de sua magnitude…
Cadenciado ondular que em mar bronze,
Excelsa beleza no marulhar da virtude!

A rocha na ânsia do dia, bebe sedenta do mar,
Firmada num profundo e desigual chão azul …
Cristalizadas águas reflectem o planar,
Das majestosas e imperais… gaivotas do sul!

Gostava que comigo
Desse asas á sua imaginação,
No… “Portal da rocha… penedo do guincho!”

Um bom fim-de-semana,
Com muita inspiração
E na mente… um sorriso!

O eterno abraço…

-MANZAS-